Símbolos

Símbolos do município

BANDEIRA MUNICIPAL OFICIAL

A Bandeira Municipal é constituída de um retângulo dividido em três panos no sentido vertical: azuis nas laterais e branco ao meio; conservando as cores da antiga bandeira - simbolizando harmonia, paz serenidade e o infinito; tendo ao centro o escudo do município.

BRASÃO MUNICIPAL OFICIAL

O brasão de Armas estilo Alemão, 8x7 módulos, cuja composição heráldica preserva cores e símbolos da criação de artista José Rodrigues Leite, no ano de 1985, configurando-se nos padrões exigidos pelas leis da Heráldica “Ciências dos Brasões”, introduzidos pela Executora do projeto de Criação Bandeiras e Brasões Municipais do RN: Analdite Fernandes da Silva. Escudo em campo aberto amarelo, verde e azul - representando o território municipal de terras férteis, zona pastorícia e agrícola, localizado no Alto Oeste Potiguar, entre serras e vales, num contexto turístico de belezas naturais. O azul na base inferior - caracteriza o Rio APODI responsável pela fertilização das terras, fazendo divisa deste município com o município de Francisco Dantas.

Na paisagem tipicamente nordestina, a serra do jatobá inserida na história dos primeiros habitantes da região; o sol com o seu clarão - caracterizando o clima tropical, a coragem, a energia, a força e o destemor dos seus habitantes. Ornamentando o escudo, lado direito, galho de algodão - símbolo vegetal do Estado e histórico da nossa economia algodoeira. A cana-de-açúcar à esquerda - representa uma das atividades agrícolas mais tradicionais da região e as lembranças memoráveis das inúmeras casa de engenho e moagem de época. Sob a base inferior do escudo, o batráquio “SALAMANDRA” anfíbio que suscitou a primeira denominação do povoado. No listel azul em letras brancas, o topônimo do município, as datas de mudança de seu antigo nome para a denominação atual e de sua emancipação política.

HINO MUNICIPAL OFICIAL

HINO DE SÃO FRANCISCO DO OESTE
Letra: Júnior Denes da Silveira, Leonice Maria Santos de Queiroz e Lindelice Gomes de Souza
Música: Júnior Denes da Silveira

Situada no sertão potiguar
Faz fronteira com o Estado do Ceará
De Salamandra a São Francisco do Oeste
Em 63, abrilhantando o Nordeste.
Começou com currais e plantações
De descendentes portugueses nos sertões
Numa quadra de terra de ausentes
O povoado foi formado ao sol nascente.

REFRÃO
São Francisco do Oeste,
De povoado Salamandra, hoje és mais
É uma cidade que muito cresce,
Se desenvolve, promete e apraz
São Francisco do Oeste,
És amada, respeitada e gentil
És leal, terra de céu anil
És federada da nossa pátria Brasil!

Nessa terra de belezas sem iguais
A natureza prestigia sempre mais
Com a visão do Jatobá que tem daqui
Além das margens do Rio Apodi
Tens um povo alegre e contente
Festividade está no sangue dessa gente
Provedora de renda e sustento
Vem crescendo com seu empreendimento.

Em outrora, engenhos e aviamentos
Os legumes e safras de algodão
Tudo isso se foi com o tempo
Floresceu o ramo da confecção.
Assim é São Francisco do Oeste
De Salamandra, um povoado encantador
Uma cidade que se destaca e cresce
Abençoada pelas mãos do Criador.
REFRÃO

Aos antepassados é preciso agradecer
Os que fizeram esse lugar crescer
Com muita luta e determinação
Assim cumpriram a sua missão
Homenagem àqueles que como a gente
Amaram a terra e pensaram à frente
Um futuro crescente e promissor
É o ideal do nosso povo sonhador.

Município hospitaleiro e acolhedor
Na formação, a educação priorizou
Todos juntos trabalhando com união
Valorizando sempre a população
Viva ao nosso honrado município
Que Deus sempre abençoou
Uma terra de valores e princípios
Construída com suor e muito amor.

REFRÃO

Qual o seu nível de satisfação com essa página?


Muito insatisfeito

Um pouco insatisfeito

Neutro

Um pouco satisfeito

Muito satisfeito